Page 43 - Abrasca Anuário Estatístico 2018
P. 43

    Matéria de capa Cover story
      Utilizando-se da alta correlação negativa entre o custo de capital próprio e o número de IPOs pode- se estimar, através de uma regressão linear simples, e com a hipótese do custo de capital próprio ir recuando de 10,9% em 2017 para 9,0% em 2027 (valor semelhante ao do ano de 2007, ano da explosão de novas empresas listadas) que o número de empresas listadas praticamente dobraria nos próximos dez anos (acréscimo de 317 novas empresas listadas no período).
6. CONCLUSÕES E PERSPECTIVAS DO MERCADO DE CAPITAIS NA SIMULAÇÃO PARA A PRÓXIMA DÉCADA
O trabalho mostra que a evolução dos principais indicadores de atividade do mercado de capitais em 2017 evidencia uma forte resposta positiva à queda da taxa de juros e à redução da oferta de crédito subsidiado do BNDES. Nesse ano, o forte crescimento das emissões
primárias de ações (IPO e follow-on) e de dívida corporativa fez com que o volume de recursos captados no mercado de capitais atingisse R$ 173 bilhões, o maior valor observado desde 2005, início do período sob exame.
A simulação feita para os próximos 10 anos mostra um potencial de crescimento ainda maior com crescimento de 136 % em volume do mercado de capitais no exigível financeiro das empresas e que nesse mesmo prazo o número de empresas listadas da Bovespa poderia quase dobrar.
O desempenho recente dos mercados domésticos está refletindo a expectativa de continuidade do ajuste fiscal e outras reformas favoráveis ao ambiente de negócios no novo mandato presidencial. No plano internacional, tem prevalecido também a expectativa de um cenário benigno, caracterizado pelo crescimento sincronizado e relativamente elevado das maiores economias e das economias
emergentes, acompanhado de um retorno à “normalidade” das políticas monetárias dos principais países, com elevação gradual das taxas de juros.
Entretanto, é indispensável reconhecer a existência de riscos. No panorama doméstico, trata-se principalmente da dificuldade de aprovação e do apoio do futuro governo às medidas indispensáveis para o ajuste fiscal de modo a sustentar as projeções de estabilização e posterior redução da carga da dívida em relação ao PIB. Na ausência dessas medidas e ou das condições para sustentar as expectativas de sua implementação será impraticável manter baixas taxas de juros e a própria recuperação do crescimento. No plano internacional, ao lado das questões geopolíticas, existem preocupações com a valorização excessiva de ativos ao redor do mundo, impulsionada pela manutenção de elevada liquidez durante muitos anos, podendo caracterizar uma “bolha” cujo estouro poderia disparar uma nova crise financeira internacional.
 Notas:
1 (2017) Rocca, Carlos A. e Santos Jr., Lauro Modesto - Cenário é Promissor para o Mercado de Capitais Brasileiro –Anuário Estatístico das Companhia Abertas, editado pela ABRASCA.
2 Os principais veículos do mercado de capitais são os investidores institucionais: fundos de investimento, fundos de pensão, planos de previdência aberta e companhias de seguros.
3 A maioria dos trabalhos está em: www.cemecfipe.org.br
4 V. também (2017) Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho – Fragilidades e desafios do mercado de capitais brasileiro - Cap. 10 de Fabio Giambiagi e Mansueto Facundo de Almeida Jr. – Retomada do Crescimento − Diagnóstico e Propostas – Rio de Janeiro, Elsevier – 2017.
5 Estima-se a existência de apenas 0,1% da população de investidores ativos. 6 Fonte: CEMEC
7 No denominado método 1 é utilizada a metodologia mais amplamente utilizada no mercado em que a taxa isenta de risco e o prêmio de risco de mercado são os apurados na economia norte americana, acrescidos do risco país. Para detalhes, v. TDI CEMEC 02 CUSTO CAPITAL PROPRIO.
8 O valor da entrada líquida de investidores estrangeiros na bolsa brasileira foi de R$ 14,3 bilhões em 2017; sua participação nas emissões primarias (IPOs e follow-on) foi de 54,5% em 2017 e 51,2% em 2016.
9 Estimativas feitas com base no Modelo de Contas Financeiras do CEMEC. 10 Veja-se “Financial Systems in Europe and in the US: Structural diferences where Banks Remain the Main Source of Finance for Companies”, Research Paper, WSBI e ESBG, setembro de 2015.
11 Os percentuais citados dos países contemplam a participação no exigível total das empresas e não no exigível doméstico de nossa simulação.
12 Fonte: CEMEC.
13 (2017) Rocca, Carlos A. e Santos Jr., Lauro Modesto – Cenário é Promissor para o Mercado de Capitais Brasileiro – Revista da ABRASCA.
Notes:
1 (2017) Rocca, Carlos A. e Santos Jr., Lauro Modesto - Cenário é Promissor paraoMercadodeCapitaisBrasileiro–StatisticalYearbookofListedCompanies, edited by ABRASCA.
2 The main vehicles of the capitals market are institutional investors: investment funds, pension funds, social security plans open to the public and insurance companies.
3 Most works are accessible at: www.cemecfipe.org.br
4 See also (2017) Luiz Chrysostomo de Oliveira Filho – Fragilidades e desafios do mercado de capitais brasileiro - Cap. 10 de Fabio Giambiagi e Mansueto Facundo de Almeida Jr. – Retomada do Crescimento− Diagnóstico e Propostas – Rio de Janeiro, Elsevier – 2017.
5 Estimates point to the existence of just 0.1% of the population of active investors. 6 Source: CEMEC.
7 The so-called method 1 uses the methodology most widely used in the market in which the risk-free rate and the market risk premium are established in the North American economy, plus the country risk. For details, see TDI CEMEC 02 CUSTO CAPITAL PROPRIO.
8 The net entry sum by foreign investors on the Brazilian stock exchange was R$14.3 billion in 2017; its participation in primary issuances (IPOs and follow-on) was 54.5% in 2017 and 51.2% in 2016.
9 Estimates based on CEMEC’s Financial Accounts Model.
10 See “Financial Systems in Europe and in the US: Structural differences where Banks Remain the Main Source of Finance for Companies”, Research Paper, WSBI and ESBG, September 2015.
11 The percentages cited of the countries’ show the participation in the total liabilities of the companies and not the domestic liabilities of our simulation.
12 Source: CEMEC.
13 (2017) Rocca, Carlos A. e Santos Jr., Lauro Modesto – Cenário é Promissor para o Mercado de Capitais Brasileiro – ABRASCA Gazette
 43
      































































   41   42   43   44   45